Central de atendimento (21) 3850-5900 (21) 2556-5541 (21) 2557-4038 (21) 2557-4731
A Importância Do Atendimento Humanizado No Diagnóstico Da EM

A importância do atendimento humanizado no diagnóstico da EM

O exame do líquor, essencial para o diagnóstico da Esclerose Múltipla (EM), é realizado através da coleta do líquor nas costas (região lombar) que ainda é um procedimento cheio de mitos para pacientes e a população em geral. Após a coleta, a amostra é encaminhada ao laboratório para  análises de modo similar aos exames de sangue comuns.

Mas, justamente por envolver uma área bastante sensível do sistema nervoso, o procedimento é visto com um certo temor por quem precisa passar por ele.

Neste artigo, falaremos sobre a punção lombar, a importância do líquor e como um atendimento humanizado faz a diferença no diagnóstico.

O que é e como funciona a punção?

A punção é o termo que designa o ato de perfurar um tecido vivo, com o objetivo de drenar fluídos e outros líquidos do corpo humano. O líquor pode ser coletado por diferentes vias de acesso, sendo a mais utilizada a punção lombar. É o modo mais seguro e menos invasivo para fazer a coleta.

Como o próprio nome dá a entender, a punção lombar é feita nas costas, na região lombar, com o paciente geralmente deitado em decúbito lateral.  A coleta é feita por meio de uma agulha específica, fina e descartável.

A punção dói?

Antes da perfuração, normalmente é realizada a administração de anestésico local (lidocaína). Após a realização da anestesia local, o médico introduz a agulha espinhal lentamente através da pele até atingir o espaço liquórico.

A dor que acompanha a punção lombar é semelhante à sensação ocorrida na coleta de sangue. Incomoda, mas é suportável. 

Não é necessário procedimento de sedação ou anestesia geral, exceto em condições especiais para pacientes em ambiente hospitalar.

Como é feita a coleta

Com a agulha inserida no espaço liquórico, o líquor flui normalmente, de forma espontânea, podendo ser coletado em tubos adequados para análises posteriores. Durante a coleta do líquor, é possível ainda realizar a medida da pressão liquórica com a utilização de raquimanômetros (Manometria).

Em situações especiais, quando a punção lombar não é possível ser realizada (por exemplo, infecções ou cirurgias locais), o líquor pode ser coletado na região da nuca (punção cisternal ou sub-occipital), conforme orientação do médico assistente e indicação clínica.

Humanização

Vale lembrar que a coleta do líquor é realizada sempre por um médico especialista e com experiência. A punção liquórica é considerada um procedimento médico, diferente da coleta de sangue, por exemplo.

Isso requer conhecimento especializado da anatomia das estruturas da coluna vertebral e profunda compreensão das condições subjacentes do cérebro e da medula. Daí a importância de poder contar com uma equipe médica focada nesse procedimento.

Um ponto importante para observar é que pacientes que chegam para o exame normalmente já têm a suspeita diagnostica de EM ou outras doenças do sistema nervoso. Portanto, todo sofrimento deve ser minimizado através de um atendimento humanizado.

O que é e para que serve o líquor?

O Líquido Cefalorraquiano (LCR) ou Líquor é um fluido corporal límpido e incolor, com baixo teor de proteínas e poucas células. O líquor é produzido no plexo coróide, presente em cavidades no cerébro e na medula espinhal, e atua como um amortecedor, protegendo as estruturas cerebrais e medulares.

Além disso, fornece nutrientes essenciais para o cérebro e possui importante função na remoção dos resíduos provenientes da atividade cerebral e no equilíbrio da pressão intracraniana.

Por circular ao redor das estruturas cerebrais em íntimo contato com as membranas e células nervosas, o líquor reflete em sua composição as desordens neurológicas decorrentes de inflamações e infecções do sistema nervoso, especialmente as meningites e encefalites, entre outros problemas como as desordens autoimunes do sistema nervoso. 

Conheça o Neurolife

O Neurolife é um laboratório no Rio de Janeiro especializado na coleta e análise do líquor. Nossa equipe é treinada e altamente especializada para oferecer um atendimento humanizado e com o máximo conforto para o paciente. Realizamos coletas em hospitais e clínicas, além de analisar materiais de outras cidades e estados.

Entre em contato para conhecer nossas soluções!

Back To Top