Central de atendimento (21) 3850-5900 (21) 2556-5541 (21) 2557-4038 (21) 2557-4731
Retrospectiva 2021: Neurolife Se Compromete Fortemente Com A Pesquisa E Serviços Diagnósticos

Retrospectiva 2021: Neurolife se compromete fortemente com a pesquisa e serviços diagnósticos

O ano de 2021 começou cheio de incertezas. Até onde iria a pandemia da COVID-19? Qual seria o efeito das vacinas, que estavam apenas começando a ser aplicadas? Quando, afinal, retomaríamos a vida “normal”?

Com o ano bem perto do fim, já temos várias respostas. Diversas atividades presenciais retomaram sua normalidade, mas as medidas de prevenção (uso de máscaras, higiene das mãos) continuam sendo essenciais, ainda mais diante de novas variantes do SARS-CoV-2.

Além disso, apesar das vacinas terem se mostrado eficazes contra o vírus, os testes para confirmação da COVID-19 continuam sendo necessários.

No meio disso tudo, surgiu a necessidade, que nos dias atuais é cada vez maior, de adotar meios para possibilitar o diagnóstico preciso de problemas respiratórios. É gripe? É COVID-19? É alguma outra coisa?

Neste artigo, vamos mostrar como o Neurolife acompanhou essas movimentações, inclusive antecipando algumas delas, sem abandonar nossa especialidade e essência (exames do Líquor).

COVID-19

Em relação à COVID-19, o Neurolife manteve a política iniciada ainda em 2020, oferecendo o teste RT-PCR (padrão-ouro) e os de sorologia (IgG e IgM), mas ampliando a gama de possibilidades de acesso ao diagnóstico, com o RT-LAMP e o RT-PCR Express.

Também nos adaptamos para oferecer laudos bilíngues e com  QR Code que dá acesso ao resultado digital (uma exigência de vários países para voos internacionais, que inclusive continua valendo).

Mas o combate à COVID-19 no Neurolife não se limitou ao diagnóstico. Continuamos desenvolvendo pesquisas para entender melhor os efeitos da pandemia na população. Em março, realizamos um webinar para discutir alguns desses resultados: Manifestações Neurológicas da COVID-19, com participações do pesquisador do Neurolife e da Fiocruz Marcus Tulius Teixeira da Silva e da neurorradiologista Lara Brandão, membro titular do Colégio Brasileiro de Radiologia, membro da Sociedade Americana de Neurorradiologia (ASNR) e da Sociedade Americana de Neurorradiologia Pediátrica (ASPNR).

Painel Respiratório

Com a persistência da COVID-19 e a retomada de atividades presenciais, identificamos a necessidade de outras metodologias para o diagnóstico de doenças respiratórias. É certo que o RT-PCR é eficaz para detecção do SARS-CoV-2 e suas variantes, mas e quando o teste dá negativo e o paciente segue com sintomas?

A necessidade de um diagnóstico preciso aumentou nos últimos meses, com casos em alta de infecções pelo VSR (Vírus Sincicial Respiratório) e Influenza (especialmente o H3N2). Por isso, investimos no PCR Painel Respiratório, um exame capaz de detectar 24 agentes causadores de problemas respiratórios (incluindo a COVID-19). E implantamos também o Painel Respiratório Expert®, uma versão “light”, com menos agentes identificados e resultado mais rápido (em até 6 horas).

Em outubro, iniciamos uma pesquisa em parceria com o CHN (Centro Hospitalar de Niterói) para mapear os principais problemas respiratórios atendidos no Pronto-Socorro do hospital, utilizando para isso o nosso Painel Respiratório. Os resultados serão divulgados em breve.

Esclerose Múltipla e outras demências

Mesmo com os esforços voltados para a COVID-19 e problemas respiratórios, não deixamos de cuidar da nossa especialidade: a coleta e análise do Líquor (Líquido Cefalorraquiano), para diagnóstico de problemas do sistema nervoso, tais como a Esclerose Múltipla e diversos tipos de demências.

Adotamos um novo painel para avaliação da síntese intratecal de anticorpos e cadeias leves livres Kappa/Lambda, biomarcadores que apoiam o diagnóstico em estágios mais precoces de doenças autoimunes do sistema nervoso.

Além disso, participamos de importantes simpósios e seminários para falar dos avanços na identificação desses biomarcadores e como eles têm sido importantes para o diagnóstico cada vez mais precoce das doenças.

Conclusão

2021 também ficará marcado na história do Neurolife como o ano em que expandimos as fronteiras da nossa atuação. Iniciamos a operação do Neurolife Minas, em Belo Horizonte, para atender todo o estado de Minas Gerais com o mesmo comprometimento que exercemos no Rio de Janeiro.

Findo mais um ano, acreditamos ter cumprido a nossa missão de levar um atendimento de qualidade, com o máximo nível de tecnologia disponível, para os pacientes e parceiros de jornada.

Esperamos seguir mais fortes ainda em 2022. Gratidão pela confiança. Contem conosco! 

Back To Top